Main menu:

Guia Turístico

 

Praça da Estação e Museu de Artes e Ofícios – Centro – Belo Horizonte
A criação da Praça da Estação coincide com a fundação de Belo Horizonte no final do século XIX. Antes mesmo da inauguração da capital, a região nas proximidades da Estação já apresentava quarteirões em formação, com restaurantes e edificações novas atraindo ao local um movimento regular de transeuntes.
A Estação Central era, desde os tempos inaugurais da nova capital, uma importante referência urbana. Constituía-se o pórtico da cidade, o lugar de recepção e despedida das pessoas que vinham conhecer as inovadoras obras arquitetônicas e urbanísticas que estavam sendo construídas no interior do país.
Com a implantação do Museu de Artes e Ofícios, a Praça da Estação avança no sentido de sua complementação, contribuindo para o processo de revitalização de toda a região central da cidade, já consolidada como um pólo cultural.
Praça Rui Barbosa s/n Centro 30160-000 Belo Horizonte MG
[31] 3248 8600

Parque das Mangabeiras – Serra do Curral
Localizado na Serra do Curral o Parque das Mangabeiras é a maior área verde da capital mineira e desenvolve uma série de projetos educacionais junto a sua comunidade de entorno e com escolas públicas. Caminhada, contato com a natureza e belas paisagens aguardam por você! Na próxima parada visitaremos a Feira de Antiguidades e Gastronomia Tom Jobim. Abrigada entre árvores centenárias esta será uma oportunidade de experimentar tanto a culinária mineira, como a cozinha italiana, indiana, árabe, entre outras. Tudo isto com direito a atrações musicais gratuitas.

Lagoa da Pampulha
A arquitetura modernista de Niemeyer é uma experiência única! Como se não bastasse admirá-la você pode experimentar as delícias da cozinha de Minas nos restaurantes ao longo da orla da Lagoa.
O Complexo Arquitetônico da Pampulha rompeu com o conservadorismo da arquitetura nacional da década de 40 e se transformou na mais arrojada realização do governo de Juscelino Kubitschek. Na contemporaneidade, o conjunto de obras continua sendo um ícone da arquitetura modernista no Brasil e internacionalmente. Entre as atrações culturais deste roteiro estão: a Igreja São Francisco de Assis, a Casa do Baile, o Museu de Arte da Pampulha, o Mineirão e o ginásio do Mineirinho! Conhecer os “marcos da modernidade mineira” é compreender a influência de Belo Horizonte para o planejamento urbano do país. Um imperdível programa cultural ao sabor de deliciosas opções gastronômicas!

Aquário de Peixes da Bacia do Rio São Francisco
A Fundação Zoo-Botânica está aberta ao público de terça a domingo, das 8:30 às 16:00. O Parque Ecológico da Pampulha funciona às sextas, sábados e domingos para o público em geral. De terça a quinta, ele atende grupos agendados. Informações pelo 156 e agendamentos pelo 3277 7286. A entrada no Parque Ecológico é gratuita. Avenida Otacílio Negrão de Lima, 8000 – Pampulha Belo Horizonte – Minas Gerais (MG)Telefone: (31) 3277-7259 / Informações: 3277 7100 e 3277 8489 fzbzoo@pbh.gov.br – www.pbh.gov.br/zoobotanica

Museu de Artes da Pampulha
Horário de visitas: 3ª a domingo, das 8 às 20h
Av. Otacílio Negrão de Lima, 16.585 – Pampulha, Belo Horizonte, MG, Brasil
Tel: 31 3277-7946 Fax: 31 3277-7996
e-mail: map@pbh.gov.br

Casa do Baile
Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751
Pampulha – (31) 3277-7443

Igreja de São Francisco de Assis (Igrejinha da Pampulha)
Av. Otacílio Negrão de Lima, s/n – Bairro São Luís (em frente ao Parque Guanabara) – Região da Pampulha.
Segunda a Sábado: 9 às 17 horas
Domingo: 9 às 13 horas
Missa aos domingos – 10h30min

Estádio do Mineirão – Estádio Governador Magalhães Pinto
Fechado para as obras da Copa
Avenida Abrahão Caram, 1001 – Pampulha – Tel: + 55 (31) 3499-1254

Ginásio do Mineirinho
Inaugurado em 1980, o “Mineirinho” é um ginásio poliesportivo coberto, com capacidade para 25 mil pessoas, destinado ao incremento do esporte especializado, servindo também como palco para grandes shows e eventos. Aos sábados acontece durante todo o dia uma feira de artesanato e comida. Av Antônio Abrahão Caram 1001.